O que aconteceu na minha vida?

Leia mais

Evolução de estilo das liars

Leia mais

Você já ouviu The Amazons?

Leia mais

02/07/2012

Exercícios nas férias. 12 dicas da Capricho.

Nessas férias eu já coloquei na minha cabeça que eu vou me matricular na academia e começar a malhar. 

O que é muito importante para a minha saúde física, mental. Para eu começar a me inspirar e ganhar um pouco mais de fôlego, eu vou começar a seguir algumas dicas da Revista Capricho, que vou passar para vocês: 

6 dicas para turbinar seu abdomen:

1. Deixe o abdômen contraído: isso é praticamente uma regra pra quem vai fazer um abdominal. Ao manter os músculos tensionados, você aumenta o efeito do movimento e, com isso, do exercício

2. Nada de dor: se você sente muita dor no pescoço ou nas costas na hora do abdominal, está fazendo algo errado. Deite de costas no colchonete, com os ombros relaxados. Na hora de fazer o movimento, seu olhar deve estar voltado para o teto, não pra frente. Para que os braços não puxem a cabeça, não coloque as mãos atrás da nuca, mas na altura das orelhas. Tomando esses cuidados, você garante que o que vai mexer no seu corpo é a barriga

3. Respire do jeito certo: na hora em que você tiver que se esforçar para fazer o movimento, solte o ar. Inspire na parte mais simples do exercício. Exemplo: ao fazer um abdominal tradicional, solte o ar quando tirar as costas do chão e inspire quando deitar. Isso ajuda você a contrair mais o músculo da barriga e a se concentrar no exercício

4. Trabalhe as várias partes do abdômen: para ficar com uma barriga legal, invista em exercícios para as várias partes dela. Basicamente, são três: parte superior, inferior e lateral. Os exercícios feitos com o quadril encostado no chão trabalham a parte de cima da barriga (região que fica acima do umbigo). Os abdominais que exigem algum movimento da perna ou elevação do quadril mexem com a parte debaixo da barriga (área logo abaixo do umbigo). Os com rotação mexem com a lateral (o famoso pneuzinho).  Em um treino, o ideal é ter de tudo um pouco, ok?

5. Sem pressa: faça o movimento do abdominal devagar, o que aumenta a intensidade do exercício. Para ajudar, conte até três na hora de fazer cada movimento. Mais rápido do que isso, é rápido demais

6. Mais puxado: se você já anda se exercitando há um tempo e sente que o precisa turbinar ainda mais seu abdominal, peça ao seu professor que indique exercícios com peso ou na bola de pilates. Essas variações já vão dar uma boa mexida na sua barriga.

6 dicas para começar (e nunca mais parar) a ginástica: 
1. Descubra uma atividade que você goste de fazer. Assim, vai ser mais fácil não desistir. Não precisa ir a uma academia, o importante é se mexer! Vale aula de vôlei ou futebol, lutas marciais, grupos de corrida ou ioga. Se você tem dificuldade em saber o que quer, faça uma aula experimental nas modalidades que mais curte. Assim, não tem erro!

2. Chame uma amiga para malhar com você. Esse é o melhor jeito de tornar a malhação mais divertida. Combinem que uma tem que animar a outra, para que vocês não faltem às aulas.

3. Vá devagar. Todo mundo que começa a fazer um esporte tem mania de querer tirar o atraso logo na primeira semana. Desse jeito, você vai acabar é morta de cansaço! Por isso, menos. Se você se exercitar três vezes por semana, por uma hora, já está ótimo.

4. Crie metas realistas. Você quer perder um pouco de peso ou ficar com o bumbum mais durinho? A ginástica não vai resolver o seu problema de uma hora para outra. São necessários pelo menos três meses para notar algum resultado no corpo. Não desista antes disso!

5. Acompanhe os resultados. Se você estiver se exercitando com frequência, combine com o professor de fazer uma avaliação a cada um mês. Essa é o melhor jeito de saber se suas medidas diminuíram, se sua porcentagem de gordura corporal caiu, se sua flexibilidade melhorou. Ver que o esforço está dando certo é um incentivo para continuar.

6. Encaixe a malhação na sua rotina. No fim da tarde você gosta de ver seriado no computador? Então, não marque uma aula de boxe nesse horário, pois a chance de você faltar é grande. Pense qual a hora do dia em que sempre está livre e tente se exercitar nesse momento. Assim, não tem desculpa.

Os especialistas afirmam que demora seis meses, em média, para que a gente consiga encaixar alguma nova atividade ao nosso dia a dia. Por isso, força! Não se culpe se, de vez em quando, você tiver que faltar por causa de uma prova. O importante é você retomar a atividade logo depois e não desistir. 

Então gente, essas são as dicas da Capricho para você conseguir ter mais motivação na hora de iniciar a academia. O que acharam? Comentem! Beijos

0 comentários :

Postar um comentário

♥ Deixe seu comentário.
♥ Nada de comentários ofensivos ou divulgação.
♥ Sua opinião é bastante importante.