O que aconteceu na minha vida?

Leia mais

Evolução de estilo das liars

Leia mais

Você já ouviu The Amazons?

Leia mais

01/05/2013

Estreia da Semana: Somos Tão Jovens


Algumas semanas atrás fiz um post aqui no blog falando um pouco sobre o filme “Faroeste Caboclo”, que é baseado e uma adaptação da música de Renato Russo. E lembram que eu disse sobre o outro filme? Aquele onde conta a história do cantor? Pois é, ele vai estreia nessa sexta-feira e estou morrendo de ansiedade para ver o filme!

Eu comecei a gostar das músicas de Legião Urbana, mas novinha, tanto que eu sempre digo que é uma das minhas maiores influências músicas até hoje. Achava, e ainda acho alucinante a história de vida do Renato Russo, e agora ver como tudo começou e como algumas coisas tomaram rumo em um filme, vai ser mais alucinante ainda.


O filme foi dirigido e produzido por Antonio Carlos da Fontura e com o roteiro de Marcos Bernstein. O som dos shows é original, os telespectadores poderem ver o Thiago Mendonça e os outros atores cantando e tocando no palco em um registro ao vivo, para reproduzir e dar um clima parecido com os shows da época.

Foram muitos meses de preparação para que Thiago cantasse e tocasse as músicas do longa em apresentações ao vivo, ele teve aulas de canto e de violão. Ele encarna o líder dos legionários e as suas semelhanças são impressionantes.


Sinopse: Brasília, 1973. Renato (Thiago Mendonça) acabou de se mudar com a família para a cidade, vindo do Rio de Janeiro. Na época ele sofria de uma doença óssea rara, a epifisiólise, que o deixou numa cadeira de rodas após passar por uma cirurgia. Obrigado a permanecer em casa, aos poucos ele passou a se interessar por música. Fã do punk rock, Renato começa a se envolver com o cenário musical de Brasília após melhorar dos problemas de saúde. É quando ajuda a fundar a banda Aborto Elétrico e, posteriormente, a Legião Urbana.



O produtor Luiz Fernando Borges queria fazer um documentário sobre o Renato Russo, e chegou até a apresentar a proposta aos pais do cantor em 1999, isso há 14 anos. Mas depois que o diretor Antonio Carlos da Fortoura entrou no projeto ele teve a ideia de transformar em um filme de ficção e abordasse a juventude do líder da Legião Urbana.

O título original era para ser Religião Urbana, e a mãe do cantor não gostou da ideia, e afirmou que Renato odiaria também porque não gostava da veneração “meio religiosa” que existia. Então, ela sugeriu o nome “Somos Tão Jovens”.




As filmagens começaram em 2011, depois de quatro anos de conclusão do roteiro final. A maior parte do filme é tem como locação a cidade de Brasília, local onde Renato Russo viveu a maior parte de sua vida.Vai ser abordada também a formação de bandas como Capital Inicial, Os Paralamas do Sucesso e de outros grupos formados na época.

Confira alguns trailers lançados:







Quem estiver mais ansioso que eu para assistir ao filme comente aqui abaixo! Só lembrando, o filme estreia dia 3 de Maio, ou seja, nessa sexta-feira acaba a ansiedade. 

0 comentários :

Postar um comentário

♥ Deixe seu comentário.
♥ Nada de comentários ofensivos ou divulgação.
♥ Sua opinião é bastante importante.