O que aconteceu na minha vida?

Leia mais

Evolução de estilo das liars

Leia mais

Você já ouviu The Amazons?

Leia mais

01/08/2013

A observadora pensante



Ao caminhar eu passo a observar tudo que há em minha volta, e de alguma forma me faz sentir bem, me dá uma sensação de anestesia, fico no mundo da lua em questão de segundos, observo e penso o tempo todo, isso é louco!

Ah, ao contar isso eu me lembro de um dia sentada no banco de uma praça, depois do término do expediente de trabalho, estava ali aproveitando 1 hora que restava antes do anoitecer,  estava desestressando antes de ir pra casa, é a única maneira que eu encontrei de me libertar das confusões que o trabalho proporcionava. Só sei que fiquei paralisada e observando um pouco da multidão de pessoas que circulavam por essa cidade, que obviamente eu não sabia de onde viam e pra onde iam, é eu e esse meu jeito observador de ser.

Me lembro também que observei cada detalhe das pessoas que passavam por aquela praça, eram pessoas de todos os jeitos, com suas vestes e com suas características físicas, e com isso me deu uma vontade de desenhar, pois quando criança eu adorava desenhar, e minha inspiração era a natureza e pessoas, gostava do desenhos realistas, ah mas isso já faz tanto tempo que talvez eu tenha desaprendido e nem me arrisco mais. Mas o que importa mesmo é a minha observação, como eu estava dizendo eu observei tudo:

Desde casais apaixonados quase se engolindo, que apareciam como um passe de mágica bem na minha frente  - Hello, não precisa me fazer inveja só porque eu não tenho um namorado, tá!

Desde garota afobada falando sem parar pelo celular  - Nossa desliga esse celular um pouco fofa, não sei de onde arruma tanto assunto.

Desde caras esperando todo impaciente andando de um lado para o outro  - Na certa o macho ali esta a espera de uma... fêmea. Tenha calma boy é super normal uma mulher se atrasar.

Desde criancinhas correndo de suas mães, e as mães nem se importavam  - Ei fofa não vai atrás de seu filho? depois não adianta chorar se algo acontecer, Deus o livra e guarde, amém!

Observei até coisas inusitadas, bem seria mais fácil se a mesma não viesse até a mim, mas quando olho para o lado um senhor senta e puxa assunto comigo, assunto que vamos combinar, sem pé e sem cabeça, é ele não estava muito bem das suas faculdades mentais, mas mesmo assim eu estava ali á ouvir confissões um tanto inusitadas, mas tudo bem ouvi até onde eu podia, logo dei um jeito de escapar do senhorzinho de conversas estranhas, me levantei e  fui pegar o metrô. pegar o metrô não, porque eu não aguento,  é impossível, vamos combinar.

Enfim observei tudo e mais um pouco, numa análise humana, observei comportamentos, busquei entendimento, seria uma nova paixão que está á surgir?

Ei garota, para de observar e pensar tanto, virou psicologa e se especializou em psicanálise?Não, mas não é uma má ideia. ("laugh out loud")

Autora: Geh Guimarães, viajante nas suas ideias, lunática ao extremo.
Crônica humorística, com meias verdades.
Tradução:

Laugh out loud = Muitas risadas, morrendo de rir.



2 comentários :

  1. Amei o texto!Já estou seguindo e curtindo!http://blogdebelezafeminina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, a nossa colaboradora é uma escritora e tanto! :)

      Excluir

♥ Deixe seu comentário.
♥ Nada de comentários ofensivos ou divulgação.
♥ Sua opinião é bastante importante.